O Digital Foundry, especializado em análises, fez uma análise completa de Destiny 2 no PS5 e no Xbox Series X e destacou que o aumento do desempenho faz valer a troca para a nova geração. O jogo roda quase cravado a 60FPS no console da Sony e com quedas mínimas no hardware da Microsoft. Em ambos os videogames, a resolução de 4K se mantém.

No Crisol, modo competitivo que coloca jogadores uns contra os outros em um combate aberto (PvP), o veículo elogiou a performance dobrada de 120FPS. A elevada taxa nessa categoria é uma ótima adição, já que as partidas são ainda mais intensas e dinâmicas. Para isso, a qualidade da imagem cai para 1440p, ainda muito bom.

A opção de customização de campo de visão (FOV) também é considerada uma melhoria “chave” da nova geração, antes exclusivo de PC. Aumentar o FOV oferece maior visão periférica ao jogador, além de fazê-lo sentir uma velocidade mais rápida de gameplay. Para um multiplayer, pode ser um grande diferencial.

Além disso, a versão de PS5 do game possui carregamentos menores, embora alguns deles dependam da rede e do matchmaking.

Crossplay e crossave em Destiny 2

A Bungie afirmou no PlayStation Blog, que “trabalhou com a Sony” para o shooter contar com crossplay entre usuários de PlayStation 4 e 5. Além disso, jogadores podem gravar seus personagens e sua progressão em múltiplas plataformas sem o menor problema.

O Digital Foundry, em sua análise, externou sua preocupação que as taxas de quadros da nova geração sejam uma competição “desigual” em relação aos jogadores de PS4 e Xbox One.

Destiny 2 no PS5 está disponível desde o dia 8 de dezembro e conta com upgrade gratuito.