Visando acompanhar “uma estratégia que a SVS (Secretaria de Vigilância em Saúde) vai fazer para reduzir a pandemia”, o ministro da Saúde Eduardo Pazuello, durante evento em Manaus, declarou nesta segunda-feira (11) que o Governo quer aplicar em massa, ou seja, no maior número de pessoas possível, a primeira dose da vacina contra a covid-19 – iniciando a segunda fase apenas depois dessa ação. As informações foram dadas pelo Valor Econômico.

De acordo com Pazuello, se referindo à substância desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com a iniciativa, seria proporcionada uma proteção de 71% às pessoas que a recebessem, enquanto a combinação das doses ampliaria a taxa para “cerca de 90%.”

Leia mais…