A PUBG Corp, desenvolvedora de PlayerUnknown’s Battlegrounds, se fundiu com a dona da marca PUBG, a KRAFTON Inc., para formar um estúdio totalmente novo, chamado de PUBG Studio. A intenção é “adotar um sistema de estúdios independentes“, além de apoiar na construção de “experiências de jogos com a maior qualidade possível“.

Segundo o CEO da KRAFTON Inc., Chang Han Kim, em comunicado à imprensa, a fusão permitirá criar um ambiente de desenvolvimento de games mais sustentável.

Para criar uma experiência de jogo de qualidade, acreditamos que cada estúdio deva construir sua própria identidade criativa. Esse projeto permitirá que a KRAFTON crie ambientes sustentáveis em que cada um de seus estúdios possa se preocupar com o que faz de melhor, que é desenvolver. Com foco na jogabilidade, estamos confiantes que esse sistema nos levará a um crescimento sustentável e à capacidade de desenvolver distintos produtos dentro de gêneros específicos.

PUBG no PS5 roda a 60 FPS

O battle royale inclui a opção “Taxa de Quadros Prioritária” (disponível a partir do update 9.1), para rodá-lo a 60 FPS na nova geração. A desenvolvedora diz ter realizado “testes rigorosos” para garantir um gameplay fluido e estável nos novos videogames. Os port ainda traz tempos de carregamento mais rápidos e quedas de FPS quase nulas.